“Os homens são como as moedas; devemos tomá-los pelo seu valor, seja qual for o seu cunho”.

Carlos Drummond de Andrade (1902/1897) Poeta brasileiro

Mais Lidas